Skip to Content

Resultados da busca por tag:  tecidos

02
out

OBJETERIA-ATELIE-10

Muita gente pensa que só móveis de madeira tem salvação, mas já provamos por aqui que não, isso não é verdade. Lembram do nosso armário metálico pink lindo de morrer? Então! Hoje provaremos mais uma vez que móveis metálicos também podem ser recuperados.

Quando chegamos no apê desafio que tínhamos muito pouco ($$) para mudar muita coisa. – Lembram disso? Está no post Casa, ops! Cara nova no pedaço! – encontramos essas cadeiras e banquinhos em estado de calamidade (como fotógrafa sou uma ótima designer de interiores, ufa!), tecidos mofados e algumas partes bem enferrujadas.

OBJETERIA-ATELIE-09

Olhem como estava (sinto falta de emotions nessas horas…) :

OBJETERIA-ATELIE-01

OBJETERIA-ATELIE-02

Pintura metálica, muitas vezes é mais fácil que pintura em madeira, fácil e rápido (e faz mais sujeira tbm!). Como não precisa de fundo, e se usa o spray ao invés da tinta, é um serviço mais ágil e se ganha tempo. Difícil mesmo foi tirar todos os grampos (repararam na quantidade?) e se não bastasse, quando achei que tínhamos tirados todos, havia mais uma camada de tecido em baixo (que a fotógrafa profissional aqui não registrou), socorro! Mas com muita calma e paciência os tecidos foram eliminados, a espuma refeita e por sorte conseguimos aproveitar as bases em madeira.

Próximo passo, escolher os acabamentos. Optamos por spray vermelho para cadeiras e verde para banquetas. Como os assentos eram pequenos, um pedaço de tecido de 50 x 50 foi mais que suficiente para cada um deles.

(mais…)

31
jul

Tecidos imprimem uma personalidade forte à decoração. Versáteis cobrem móveis, estofados, paredes, objetos, esculturas, ou seja,  o que você desejar. Quanto mais forem as junções de estampas e cores maior o apelo visual. Parece arriscado… Mas e daí, qual o problema? O problema é o medo. Usar cores à vontade dá medo, afinal usar uma cor única, uma cor neutra ou uma só estampa parece tão mais fácil de não errarmos.

OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-02

É arriscado sim, mas… Por que não arriscar? Afinal diferentes estampas e cores podem ser combinadas entre si.

OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-05

Não sabe por onde começar? Primeiro passo: abra espaço nos seus conceitos para o novo, para o “tudo junto e misturado”, segundo passo: defina um fio condutor, que pode ser uma cor, uma estampa, a peça em si e as características da mesma que você quer salientar, o  ambiente no qual você deseja colocar a peça, características e cores presentes no mesmo, são alguns fios condutores.

OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-04

Vamos lá. Era uma vez uma poltrona com estrutura de madeira, estilo despojado, firme e forte, preço excelente, ideal para o espaço pensado, mas com assento e encosto numa cor bege amarela bem apagadinha. Ficaria muito neutro, sem personalidade.

OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-06

E agora? Análise das cores desejadas, quais seriam legais entrar no ambiente, procura, junção, experimentação, observação. E  algumas  possíveis composições.

OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-10

Composições entre o liso, o estampado e o listrado, mais floral, misturando o amarelo, o preto, o rosa, o roxo, o verde. Buscando a medida na experimentação, aproximando os tecidos e sentindo, observando e vendo o efeito que fez brotar no ambiente. E as  poltronas de cara nova, com uma personalidade incrível.

OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-07 OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-08 OBJETERIA-CADEIRA-ANTES-E-DEPOIS-09

23
abr

Ok, técnicas de composição e sobreposição são sim caminhos para combinar tecidos, mas nada funciona sem um toque de ousadia. É preciso ousar, experimentar e misturar para fugir das combinações “conjuntinhos” e garantir ao ambiente um toque descolado.

Não tenha medo de misturar padrões, cores e texturas.  Acredite em você e no seu potencial. Teste, fotografe, peça opiniões (se necessário, descarte-as), esqueça as combinações, volte nelas, mas não desista! Olhe com outros olhos, e veja que você conseguiu!

objeteria-decoracao-cores-combinacao

Se mesmo assim, ainda não deu, busque segurança, escolha dois ou três tons, não menos que isso para harmonizar. Preto e branco são ótimas bases, e associados a tons de azul, amarelo e laranja fazem surgir uma linha meio termo. O branco, que acentua a luz e evidencia a mistura E o preto, que dá um toque de sofisticação.

objeteria-cores

Outro fio condutor da composição pode ser o contraste de texturas como, por exemplo, seda, linho, lã. As vezes as cores são neutras, mas a mistura pode ser ousada e principalmente, aconchegante.

objeteria-decoracao-ambiente-cores

Misturas necessariamente não tem que ser óbvias, que se perceba ao primeiro olhar. Usar um pouco de tudo, por exemplo, cores quentes em tons terrosos, estampas, florais, tropicais, pode ficar interessante. A beleza e a harmonia podem vir de sua coragem de apropriar-se de seu recorte próprio. Arrisque!

objeteria-decoracao-ambiente-cores-colorido

 

Fonte: http://www.pinterest.com/