Slide1

Pare, pense, conte até dez, respire… Antes a gente fazia isso quando ficava nervoso ou com raiva. Hoje essa sequência deve ser feita diariamente. Quantas vezes você se pega perdido, sem saber o que fazer primeiro, querendo dar conta de tudo, do mundo. A gente anda, cada vez mais, atropelando nosso próprio tempo. O essencial, aquele que aquece a alma, o coração, que te faz ir contra suas teorias e seguir somente o coração, ou seja, o amor, ele está ficando para depois. Dia dos namorados está vindo aí e provavelmente o presente vai ficar para o último dia e o jantar vai ser no restaurante que tiver vaga, porque nem sequer você teve tempo de reservar uma mesa para dois.

Sempre fui meio contra a esse negócio de dia… Dia das crianças, dia dos pais, dia das mães… Me parecia algo extremamente comercial (não que não seja mais), baseado em metas, vendas, etc. Mas confesso que nos tempos atuais acredito que essas datas podem vir para somar, afinal, se não fossem os dias especiais, você jamais iria parar para dar um abraço mais apertado em sua mãe, uma atenção especial para seu filho, ou um presente carinhoso para seu pai.

Que tal se permitir um dia dos namorados diferente este ano? Que tal se organizar? Curtir não somente o dia, mas também toda a preparação, organização. Pode ser divertido e vai fazer um bem para o coração… E para o romance também.
(mais…)