Skip to Content

20
jun

Se a copa era uma dúvida a festa junina sempre foi e sempre será uma certeza para o mês de junho. Em meio a futebol, bola na rede e gol nós jamais esqueceríamos do balão, pinhão e quentão. Pedimos então a São João que nos desse um festão, daqueles bem bão! E contrariando a tradição… São João disse que SIM!

No vestido da prenda tudo se aproveita e na decoração não é diferente, uai! Todo retalho vira laço, todo chapéu vira prato. Até o rolinho do papel higiênico vira luminária! Reaproveitar e reciclar num tem nada de jéca, é muderno dimais sô!

FOTO4

Festa Junina é tudo di bão, o povo vai pra dançá quadrilha, pra arrasta os pé, pra se arranjá, pra cumê, bebe e jogá, brincadeira não pode faltar! Prepare um bingo pra animar, quentão para esquentar e amendoim para torrar, a festa tá montada!

FOTO5

Use a abuse dos chapéus… para vestir, servir e decorar! Virado pra cima, vira um prato de doces, para baixo um pote de pipoca! Sacolinhas e baldinhos também funcionam, bandeirinhas nunca são demais… E falando em Festa Junina, quanto mais melhor, !

FOTO2 FOTO3 FOTO6

Tudo pronto! Vestido ajeitado, arrasta pé montado, festa arretada e o matrimônio que é bom, nada? Isto é lá com Santo Antônio…

18
jun

Com os papéis as paredes relegam sua função de limitadoras do  espaço para tomar partido, e  ganhar destaque,  na decoração dos ambientes.  Xadrezes, espirais, lisos, listras e flores estampam, conferem movimento, volume e personalidade as paredes.

Um ambiente,  uma única parede, uma passagem,  as laterais de uma escada ficam lindas com um belo e bem combinado  papel de parede.  Móveis, cabeceiras de cama, por exemplo, ganham destaque com os papéis.

É uma das formas mais rápidas de mudar a cara de um ambiente. Porém, a  infinidade de padrões existentes dificulta a escolha. Uma escolha acertada requer que você identifique seu estilo e atenha-se as  coleções relacionadas a ele.

Agrupe amostras dos tecidos e revestimentos que já existem no ambiente – combinar com as peças não é obrigatório, mas o papel deve dialogar com a atmosfera da decoração. A mescla de estampas no mesmo espaço não fica excessivo  quando a unidade de cores ou padrões é respeitada.

FOTO2 FOTO3 FOTO4 FOTO5 FOTO6 FOTO7 FOTO8

17
jun

Um horizonte para o olhar, uma floresta para desbravar, um mar para navegar, um sol para aquecer, uma lua para sonhar, pássaros para voarmos juntos. Fotos de paisagens  podem nos transportar,  na imaginação, para junto  dos mares, céus e florestas.

Escolha fotos que despertem a emoção de quem vive na casa.  As fotografias  daquele lugar que você  curtiu, ou acha lindo,  podem  resultar em imagens muito legais para a decoração,  reavivando as sensações.

Fotos bem posicionadas podem resolver ou minimizar problemas comuns nas construções atuais, tais como,  falta de janelas ,  espaços muito pequenos.  Num ambiente sem janelas,  uma sala de estar,  uma imagem  ampliada de uma floresta  com verde exuberante  pode dar  uma sensação de frescor. Um conjunto de fotos de horizontes, de céu e mar, com nuances de azul e verde  cria uma sensação  de maior alcance ao olhar.

FOTO1 FOTO5 FOTO6 FOTO8

Capriche no enquadramento, componha um quadro observando todos os elementos. Normalmente as pessoas tendem a eleger um elemento único, entretanto o que faz a foto é o todo. O segredo é  escolher fotos que despertem a emoção dos que vivem na casa. E que as molduras sejam apenas finos requadros.

FOTO3 FOTO4 FOTO7 FOTO9

16
jun

Feitos  a mão, são trançados que dão calor e originalidade à decoração, um toque de rusticidade. Do vime, da palha, do cipó, são produzidos por tribos indígenas ou comunidades que retiram  da natureza a matéria prima.

Suas funções são múltiplas. Guardam ( com muito charme) quase tudo nos mais diversos ambientes da casa. Fazem muito bem o papel de gavetas  nos armários e prateleiras dos banheiros, cozinhas e quartos ( para guardar os brinquedos que as crianças espalham pela casa são ótimos).  Nas salas acomodam  aquelas cobertinhas fofas que são peças cativas em tempo de frio e,  fácil, fácil, viram um revisteiro.

FOTO2 FOTO5 FOTO7 FOTO8

Decoram chãos, paredes, bancadas. Pela beleza e diversidade, dispostos no centro de mesa ou nas paredes, com flores a amores, os cestos produzidos por tribos indígenas ou comunidades que trabalham com artesanato, dão um toque de cor e brasilidade à decoração.

FOTO3 FOTO6

13
jun

A joia. Esse objeto de desejo de altos valores. O valor do eterno, da recordação de momentos especiais. O valor da primeira joia que ganhamos quando somos bebês. O valor de um pingente de formatura dado à filha pelo seu pai. Ou o relicário dado à menina aos seus 15 anos pela mãe, que ganhou da vó, que ganhou da bisavó. O valor do objeto mais desejado pelas mulheres: o anel de noivado.

foto2

Quando fui convidada pela Objeteria a escrever para o blog na semana dos namorados, eu não imaginava que dois dias depois receberia a missão de desenhar um anel de noivado muito importante. O da minha irmã.

Assim como o momento seria tão especial, lembrado eternamente, da mesma forma teria de ser o anel.

Analisar a personalidade dela, escolher o formato e tamanho perfeitos; eleger a pedra que dá o toque final e personalidade à peça – não esquecendo dos diamantes – foi, dos primeiros rabiscos à peça final, uma tarefa difícil e incrível. Só não mais incrível do que o momento do pedido, planejado há meses pelo noivo.

E ao mais novo casal, que o amor de vocês continue a trazer felicidade e momentos eternos.

foto3

foto5

Se você quiser encomendar um modelo exclusivo, escreva para contato@marinazardo.com

ou conheça a coleção Carmen no site http://www.marinazardo.com

Página 30 de 39« primeira...1020...2829303132...última »